• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    ANUNCIANDO O DEUS SOBERANO




    ANUNCIANDO O DEUS SOBERANO | Bruno Quinto


    "Lembrai-vos das coisas passadas desde a antiguidade; que eu sou Deus, e não há outro Deus, não há outro semelhante a mim. Que anuncio o fim desde o princípio, e desde a antiguidade as coisas que ainda não sucederam; que digo: O meu conselho será firme, e farei toda a minha vontade." Isaías 46:9,10 

    O DEUS QUE DETERMINA

    As Escrituras gritam verdades que são incontestáveis, uma delas é a Soberania de Deus. Deus determinou todas as coisas e anuncia o fim desde o princípio porque ELE escreveu essa história (Sl 139:16). O futuro existe porque alguém o colocou lá, e se não foi o acaso e nem o destino, então quem foi? A resposta é simples: Deus o fez! Ele determinou o futuro, por isso, ELE anuncia o fim desde o princípio, tudo foi feito segundo a sua boa e perfeita vontade. 

    O profeta Isaías mostra essa verdade em seu escrito. É importante frisar, nessa passagem, que Deus é claro quando diz "FAREI TODA A MINHA VONTADE”. Nesse trecho, Ele não fala em exceções, não fala em se restringir a algo por causa de alguém ou por alguma coisa. Não existe, por exemplo, algo que diga: “farei toda minha vontade até não ferir a vontade do ser humano”. Deus não limitará sua vontade por causa disso ou por causa daquilo. NÃO! Ele diz bem claro, farei minha vontade e ponto! Isso quer dizer toda ela. 

    SUA VONTADE ESTÁ TOTALMENTE LIGADA AO SEU CONSELHO 

    Sua vontade será feita de acordo com o seu conselho (Sabedoria), e vemos sua sabedoria em tudo o que Ele faz. Deus tem um propósito bondoso e sábio para tudo o que acontece. TUDO. Mesmo que nossas mentes limitadas não possam compreender, sei que ELE é soberano e nada sai de seu controle e nem de sua vontade. Podemos ver isso explicitamente em : 

    Atos 4:27 e 28: "Porque verdadeiramente contra o teu santo Filho Jesus, que tu ungiste, se ajuntaram, não só Herodes, mas Pôncio Pilatos, com os gentios e os povos de Israel; Para fazerem tudo o que a tua mão e o teu conselho tinham anteriormente determinado que se havia de fazer.”, demonstrando que a morte de Cristo foi determinada por Deus. Vemos também em : 

    1 Coríntios 2:9 “Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam.” 

    Pelo contexto, Paulo fala da pessoa de Cristo. Ninguém poderia imaginar essa boa notícia, nem sobre sua vinda, sua vida, muito menos, sua morte e ressurreição. Isso era algo inconcebível, mas Deus arquitetou e executou esse plano sem a opinião de ninguém, tão somente segundo a sua sabedoria. A pergunta que deveria ser feita a muitos que creem de forma contrária a essas verdades bíblicas irrefutáveis da soberania de Deus é: Poderia, algum momento da história, a morte e a ressurreição de Cristo dar errado? Poderia Ele não morrer na cruz? Poderia Maria ter dito "não" ao anjo Gabriel, portanto, a Deus - já que o anjo era representante do Altíssimo? Poderia Judas não o ter traído? Era possível acontecer diferente, sendo que o próprio Deus falou por meio dos profetas que o Redentor viria? Poderia ter acontecido diferente essa história, depois de citado Atos 4:27 e 28? A resposta é simples: Não! Deus determinou tudo segundo sua sabedoria e sua boa vontade, vemos seu governo soberano e sua sabedoria inigualável nessas passagens. Deus não estava sob nenhum outro domínio ou influência quando determinou todas as coisas, mas tudo foi feito segundo o seu beneplácito. Vemos em Isaías 40:13-14: 

    Quem guiou o Espírito do Senhor, ou como seu conselheiro o ensinou? Com quem tomou ele conselho, que lhe desse entendimento, e lhe ensinasse o caminho do juízo, e lhe ensinasse conhecimento, e lhe mostrasse o caminho do entendimento?”. 

    O DEUS MAJESTOSO E GOVERNADOR

    O Deus que as Escrituras apresenta é o Deus que determina, que é sábio e que governa sobre tudo e todos. Ele é Senhor do céu e da terra (At 17:24), Ele predestina (Ef 1:5), Ele Elege um povo (Ef 1:14), Ele faz o que quer (Sl 115:3; Rm 9:18 e 19). Uma coisa é certa, nenhum atributo de Deus esmaga tanto o humanismo como o atributo da Sua Soberania. Pois, quando vemos a Soberania de Deus, a verdadeira Soberania que é expressa pela Escrituras, vemos que o homem não pode nada e que Deus pode todas as coisas; que ao homem não cabe seu próprio destino; que o homem não tem controle sobre nada; Deus é quem tem o controle sobre TODAS as coisas sem exceção. Ele controla tudo com pulso de ferro. 

    UMA BREVE REFUTAÇÃO A PRESCIÊNCIA PASSIVA

    Todos os trechos e passagens, citados aqui, falam da soberania de Deus e mostram claramente que Deus determinou todas as coisas, que elas existem e são dessa forma porque assim Ele o quis. Aqueles que dizem que Deus, para determinar sua vontade, precisou primeiramente olhar em uma espécie de túnel do tempo caem no erro terrível de negar sua onisciência e soberania, pois, se assim foi, então Deus teve que adquirir um conhecimento novo para poder depois determinar algo, ou seja, houve um tempo em que Deus não sabia de todas as coisas. E outra, quem teria colocado o futuro lá? Quem teria colocado o futuro para ser consultado? Foi o acaso ou o destino? Nenhum dos dois! Foi Deus quem estabeleceu o futuro! ELE fez todas as coisas e não precisou consultar nada! Ele escreveu o futuro (Sl 139:16). Então, a frase "você faz a sua história” é mentira! Deus foi quem escreveu e determinou essa história. Existe uma presciência nas Escrituras e ela não é passiva, mas completamente ativa. Ele não olha, Ele faz. 

    UMA APLICAÇÃO

    A Soberania de Deus é uma verdade anunciada nas Escrituras, na qual devíamos reclinar a cabeça e dormir tranquilos, sabendo que Deus está no controle de todas as coisas e esse mesmo Deus, tão poderoso e magnífico, nos ama e tem cuidado de nós. Tenha certeza, "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados segundo os seu decreto" (Rm 8.28), pois é Deus que faz com que isso aconteça, nada sai do seu governo e da sua vontade. Então, devemos descansar nessa gloriosa verdade, pois, a história, o mundo e tudo que há está nas mãos dEle. 

    Termino com esta passagem que me faz encher os olhos, Jeremias 10:23, que diz : “Eu sei, ó Senhor, que não é do homem o seu caminho. nem do homem que caminha, o dirigir os seus passos.” Você não é dono do seu próprio destino, Deus o é, descanse nessa verdade. 

    UM MISTÉRIO DA FÉ E UMA OBSERVAÇÃO  

     Ah, uma observação precisa ser feita é sobre o mistério existente entre a Soberania de Deus e a responsabilidade do homem. 

    Quero que entendam que o homem tem responsabilidades. Você é culpado pelo seu pecado, mas, ao mesmo tempo, esse pecado, ou a própria atitude errada, não sai dos decretos de Deus. 

    Nada sai do controle de Deus e aí reside um mistério entre a soberania de Deus e a responsabilidade do homem. Essas duas verdades são anunciadas na Bíblia, tanto o Deus que predestina e governa tudo e todas as coisas, como o homem que é responsável pelo seu pecado. É o homem quem comete e, mesmo assim, esse pecado não saiu do controle e nem da vontade de Deus. 

    Isso não faz de Deus o autor do mal e nem faz dEle o culpado pelo pecado. Isso é um mistério, assim como, a Trindade e as duas naturezas de Jesus(Divina e Humana). Não fomos chamados para explicar essas duas verdades (Soberania e Responsabilidade Humana), mas sim para proclamá-las! 

    Podemos ver essas duas verdades na passagem postada acima (Atos 4:27 e 28). Vemos Herodes e Pilatos crucificando o Senhor, mas também vemos a mão de Deus determinando todas essas coisas, ou seja, eles eram culpados, eles crucificaram a Cristo, mas Deus determinou e predestinou isso. 

    Vemos a soberania e a responsabilidade humana juntas, parece que há um vácuo entre os dois versículos, mas o que há é um mistério da fé.  

    Soli Deo Gloria,


    0 comentários:

    Postar um comentário