• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    O QUE É SER UM DISCÍPULO DE CRISTO?




    O QUE É SER UM DISCÍPULO DE CRISTO? | Bruno Quinto

    Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor. - 2 Coríntios 3:18

    Essa passagem mostra muito bem, o que é ser um discípulo de Cristo. Ser um discípulo de Cristo é ser transformado de glória em glória a imagem de Cristo. O discipulado Cristão é um chamado radical, é um individuo que é levado a uma doce revolução. Ser um discípulo significa ser verdadeiramente nascido de novo. Ser Um discípulo, é ser milagrosamente transformado pelo Espírito numa pessoa com um coração novo de amor profundo pelo Pai, por Jesus e pelo próximo. A Radicalidade do chamado é evidente, pois a comunidade de discípulos é composta por pessoas regeneradas que, tendo um encontro com o mestre, e assim levados ao arrependimento pela fé, se tornam novas criaturas (2Co 5.16), que buscam a Santidade, e guardam as palavras de Cristo no coração para não pecar contra Deus. 

    O discípulo tem prazer na lei do Senhor e medita nela de dia e de noite (Sl1.2); O discípulo guarda os mandamentos de Cristo porque o ama (Jo 14.23), pois o seu prazer está em Cristo e sua vida é Cristo; O discípulo é diferente de um devoto - E qual a diferença entre um discípulo e um devoto? Bem, o devoto, ele pede e ora em nome desse alguém devotado, ele admira esse alguém, mas não tenta viver como esse alguém, não buscando ser semelhante a este. Diferente do discípulo, pois ele não é apenas um devoto, o discípulo tem uma ótima devoção por Cristo, mas não para por ai, ele busca algo a mais, ele busca ser um seguidor do seu mestre, imitar os seus exemplos e busca ser semelhante ao seu tutor. O discípulo é um reflexo do seu mestre. Não falando de si mesmo, mas de quem o chamou. Não vivendo para que vejam a si mesmo, mas para que em sua vida seu mestre seja visto, e que percebam a quem ele é seguidor. Ou seja, ele é um reflexo de seu mestre. Então, que o mundo ao nos olhar, não veja nós mesmos, mas a Cristo, o nosso mestre.

    A base do chamado é Jesus: O discípulo de Cristo é uma pessoa que foi chamada para uma nova vida. Uma vida que se baseia na pessoa bendita de Jesus Cristo. Paulo entende isso quando afirma que, para ele, o ”viver é Cristo”. O discípulo de Jesus vive Jesus. Para ele a pessoa de Jesus é mais importante do que tudo o que há; Para ele, Cristo é Tudo, ciente que sua vida é algo que vale a pena ser entregue para Jesus. Lembrem-se do que Tomé falou em João 11.16: ”Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele.”, os discípulos de Cristo são aqueles que têm suas vidas baseadas no Ser de Cristo. Vemos isso em marcos 2.14: ”E, passando, viu Levi, filho de Alfeu, sentado na alfândega, e disse-lhe: Segue-me. E, levantando-se, o seguiu”. Dietrich Bonhoeffer explana essa passagem muito bem em seu livro “Discipulado”. Quando Cristo chama Mateus (Levi) Ele não lhe dá condições, ou promessas, para que ele venha a segui-Lo, e Mateus simplesmente obedece. É um ato de obediência pura. Pode se perguntar se eles se conheciam antes, ou se Mateus já tinha ouvido falar de Cristo, mas o texto permanece mudo, sem afirmações sobre isso. Então qual explicação para essa obediência tão ativa? 

    A resposta é simples: A pessoa de Jesus Cristo é o motivo. É Jesus quem chama e por isso, Ele o segue. Vemos a autoridade de Jesus que é imediata, incondicional e soberana. Podemos observar outro Texto sobre essa verdade, vemos João 6.68: “Respondeu-lhe, pois, Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.”, perceba aqui o “quem”, pois ele indica pessoa. Não é “o que” e nem muito menos “onde”, mas a “quem”. Ou seja, o discípulo segue a Jesus por Jesus. Eis ai a alegria de um discípulo de Cristo! Tal alegria está firmada e alicerçada no Senhor! Ele é o motivo e razão: "Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, alegrai-vos" (Fil. 4.4). Alegrai-vos nEle. Cristo é a nossa alegria, a pessoa bendita e santa de Jesus é a alegria verdadeira. Eis ai a esperança de um discípulo Cristo. As escrituras dizem que: "da esperança proposta; a qual temos por âncora da alma, segura firme" (Hb. 6.19) essa Esperança, que é ancora para a alma, é Cristo. Ele é a Esperança de um verdadeiro discípulo, é a razão de querermos ir para o céu. Desejamos e esperamos a sua vinda , que é certa, e ansiamos nos encontrar com Ele nos ares. Cristo é o motivo de vivermos diariamente e termos a esperança de estarmos com Ele, adorando-O , glorificando-O e conhecendo-O mais profundamente. A Esperança de um discípulo de Cristo, é o próprio Jesus Cristo. 

    O discípulo é inconformado: Uma das principais características do verdadeiro cristão é ser inconformado. A Igreja tem duas responsabilidades latentes com o mundo ao seu redor: A primeira é que devemos viver, servir e testemunhar no mundo. A segunda é que não devemos nos contaminar com ele. Então não devemos preservar a nossa santidade fugindo do mundo, nos isolando dele, por assim dizer. Mas também não devemos sacrificá-la nos conformando a Ele. Se somos Discípulos de Cristo, há um desejo em nossos corações, ou deveria existir, que é ser semelhante a Cristo, sermos moldados a imagem dEle. Paulo deixa isso claro em 2Co 3.18 : ”Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.”. Deus pede ao seu povo, que sejam Santos. Agora entendam tanto o escapismo, como o conformismo para nós é proibido: Deus chama um povo para si, para que seja diferente de todos. “Sejais Santos”, diz Ele repetidamente ao seu povo, “porque eu sou santo” (Lv 11.45; 1Pe 1.15 e 16). E então Paulo escreve aos romanos: “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”( Rm 12.2). Chamando o discípulo a um inconformismo radical contra cultura que exerce valores e princípios que estão contra o Evangelho. O convite é para desenvolver uma contra cultura cristã, para engajar-se, e não se corromper. O discípulo mostra o reflexo de seu mestre; O discípulo de Cristo é inconformado. 

    O Discípulo tem Amor: Em João 13.35 diz: “Nisto todos saberão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns pelos outros." Coisa impressionante sobre a forma como João lida com o novo mandamento. O versículo diz "meus discípulos". E o que deve acontecer para que seja conhecido como discípulo de Cristo? O amor. O discípulo de Cristo é bom samaritano; ele acolhe, ama independente de quem seja. O discípulo de Cristo exerce amor para com o próximo; ele ama inclusive seus inimigos (Mt 5.44); ele tem misericórdia (Col. 3:12) . O amor é uma característica do verdadeiro discípulo. 

    Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus, e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. (1 João 4:7).

    Sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos.” (1 João 3:14) 

    Nisto são conhecidos os filhos de Deus, e quem são os filhos do Diabo: quem não pratica a justiça não é de Deus, nem aquele que não ama a seu irmão” (1 João 3:10 )

    Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.” (1 João 4:8 ) 

    "Quem diz que está na luz e odeia seu irmão ainda está nas trevas. Quem ama seu irmão permanece na luz."(1 João 2:9-10 ). 

    Ou, como Jesus diz em João 13:35 : "Nisto todos saberão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns pelos outros.

    Essas são boas provas de que você é nascido de Deus, e que O conhece. Além do que, é um filho de Deus, e está na luz e não nas trevas. As pessoas vão saber que você é um autêntico discípulo de Jesus pelo fato de lhe ter sido dado um novo coração. Coração este de confiança em Jesus, e amor para com o próximo.

    Por Bruno Quinto.

    0 comentários:

    Postar um comentário