• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    A PROVIDÊNCIA DE DEUS | O livro de Ester e suas lições - Parte 2


    No texto anterior, apenas trouxe uma introdução sobre o livro de Ester, hoje vamos meditar em algumas lições desse livro.


    A providência de Deus - O livro de Ester e suas lições | Camila Peixoto


    Nossa fidelidade deve nos acompanhar além dos limites do nosso conforto 

    É muito cômodo ser fiel a Deus diante de nossa igreja, do nosso pastor ou de nossos amigos. É confortável demais ser fiel apenas quando tudo vai bem. Mas somos ensinados através da Palavra de Deus que nossa fidelidade deve ir além da facilidade.

    Em Apocalipse 2,10 está escrito “sê fiel até a morte...”, ou seja, nossa fidelidade tem que ir até as últimas consequências. 

    Mardoqueu estava longe da sua terra, mas a lei de Deus estava dentro dele e ele sabia muito bem que não devia adorar ninguém além do Senhor. Quando Hamã passava, todos se curvavam, mas Mardoqueu permanecia de pé, não prestava adoração ao oficial e isso quase lhe custou a própria vida. 

    "Guardai-vos para que o vosso coração não se engane, e vos desvieis, e sirvais a outros deuses, e os adoreis;" (Deuteronômio 11.16) e complemento, “Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. (Apocalipse 2:10)

    Somos alvo da generosidade divina, recebemos em Cristo “toda sorte de benção espiritual” (Ef 1.3). Tudo isso é graça, é um favor não merecido, um presente, o patrocínio da cruz. Muitos personagens bíblicos viveram o livramento, Daniel sobreviveu à cova, pois Deus não permitiu que os leões o devorassem (Dn 6.21-22). Sadraque, Mesaque e Abedenego não foram consumidos na fornalha, porque Deus os protegeu (Dn 3.27). Mardoqueu não se curvava ao oficial Hamã e Deus o livrou da forca que estavam preparando para ele (Ester 6.4). Eles guardaram os seus corações e decidiram firmemente servir apenas a Deus e Deus os livrou da morte. 

    No Devocionário Cristão Evangélico (2014, p.13), tem um trecho muito lindo que quero compartilhar com vocês:

    Às vezes, Deus usa Seu poder de forma diferente, não guardando o corpo da pessoa ameaçada, mas usando a circunstância para dizer que ele é quem está no comando. Seus planos estão acima da compreensão humana, como experimentou Habacuque (Hc 3. 17-19) e Estevão (At 7.54-60). Nesses dois casos, o Senhor guardou a alma (e ressuscitará o corpo no dia determinado). Os heróis da bíblia não são os que vencem os inimigos, mas aqueles que permanecem na fé, ainda que sofram tortura, açoites, provas, e mesmo diante da morte (Hb 11-37-38). Porém são “mais que vencedores” (Hb 11.39-40). As experiências neste mundo podem ser diferentes, mas a história eterna está baseada na vitória de Cristo.

    Hoje, também, é necessário que sejamos fiéis além da nossa zona de conforto. Existem fora do nosso país muitos irmãos são perseguidos porque pregam sobre Jesus, muitos acabam morrendo porque são fiéis a Deus, porque não negam o Evangelho e tem guardado a sua fé. (Nesse momento, eu peço a você que em suas orações lembre-se dos irmãos que estão sendo perseguidos para que eles encontrem sempre em Deus o seu refúgio e torre forte).

    Às vezes ser fiel a Deus vai nos custar muito, talvez nos custe um círculo de amizade, um emprego, uma posição ou quem sabe a nossa própria vida, mas vale a pena ser fiel a Deus! Se perdermos tudo aqui, ainda teremos um Deus que é maior do que a vida e do que a morte!

    É necessário ser mentoriado

    Ester era órfã e foi criada pelo seu primo Mardoqueu, que a criou como filha (Ester 2.7), fazendo de acordo com o que está escrito em Provérbios 22.6 “ensina a criança no caminho que deve andar”, ela ouviu o conselho do seu primo, ficando calada sobre sua nacionalidade. No decorrer dos capítulos se observa que embora Ester tivesse ido pro palácio, ela continuava ouvindo Mardoqueu da mesma forma, que o ouvia quando estava na casa dele (Ester 2.20). 

    Não somos perfeitos, não somos os super-crentes. Portanto, é necessário que tenhamos alguém para que possamos contar nossas fraquezas e para nos aconselhar. A Bíblia afirma que “não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.” (Provérbios 11.14). Afirma também que “o que dá ouvidos ao conselho é sábio.” (Provérbios 12.15)

    Ester chegou ao posto de rainha pela sua obediência a Deus e àquele que a aconselhava. Aonde quer que queiramos chegar, só chegaremos se obedecermos a Deus e a nossos idôneos conselheiros. 

    Os planos de Deus contrariam às leis estabelecidas pelos homens

    Um rei persa deveria casar com alguém de alguma família persa, mas tenho certeza que uma rainha persa não se importaria com a causa do povo judeu. Então, Deus levantou uma simples jovem judia para salvar os judeus. 

    As pessoas são levadas a escolher apenas pela aparência, assim aconteceu com Samuel quando foi ungir o novo rei para Israel (1 Samuel 16), assim acontece conosco todos os dias. Provavelmente, nós não escolheríamos Ester para ser a rainha, ela era bonita sim, mas era apenas isso. Ela era uma anônima no reino, não sabiam sequer de onde ela tinha vindo. Acredito que nesse “concurso para nova rainha” havia lindas mulheres, afinal essa era a ordem do rei. Ou seja, Ester não era a única mulher bonita da história, mas mesmo sendo a de origem não identificada e não declarada foi ela quem se tornou a nova rainha.

    Mas os planos de Deus são insondáveis, “Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são;" (1 Coríntios 1:27-28) 

    Deus não precisa seguir as determinações humanas, Ele é soberano! Seu desejo e sua vontade são contrários aos desejos e vontades dos homens.

    Há um propósito no que Deus faz

    Ester chegou ao trono, mas não foi apenas uma questão de beleza ou de paixão do rei, mas havia um propósito de Deus. Ela não sabia exatamente porque estava ali, mas quando saiu um decreto para matar os judeus seu primo fez questão de lembrá-la “quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino” (Ester 4.14).

    Quando vejo esse versículo no livro de Ester, lembro-me de José, depois da morte do seu pai, seus irmãos achavam que ele iria se vingar, mas José disse a eles: “Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem, para que hoje fosse preservada a vida de muitos.” (Gênesis 50.20) Não planejaram o mal contra Ester, mas ela foi tirada de sua pátria, levada para o palácio do rei e chegou ao trono para que a vida de muitos fosse preservada. 

    O Senhor faz tudo com um propósito” (Provérbios 16.4), “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. (Romanos 8.28) e Deus diz mais “Meu propósito permanecerá em pé, e farei tudo o que me agrada.” (Isaías 46.10)

    Às vezes, é difícil compreender o agir de Deus, mas entenda que Ele tem um propósito em tudo. “Assim como tu não sabes qual o caminho do vento, nem como se formam os ossos no ventre da mulher grávida, assim também não sabes as obras de Deus, que faz todas as coisas”. (Eclesiastes 11.5)

    Acredite e confie na soberania dEle.

    Por hoje é só... Mas ainda temos mais. Volto no próximo texto com mais lições do livro de Ester.

    Em Cristo Jesus, 

    Por Camila Peixoto.

    0 comentários:

    Postar um comentário