• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    A ARTE E A COSMOVISÃO CRISTÃ



    A Arte e a Cosmovisão Cristã | Matteus Almeida


    A Arte, em alguns casos, é a tentativa do artista de explicar o transcendente, de falar daquilo que o cerca. É uma busca pelo desconhecido, por respostas aos seus questionamentos. Existem partes da arte que não são ensináveis, e esse não ensinável seria o dom, o dom da criação, o dom de Deus; e o maior processo de Criação vem de Deus.

    Cada indivíduo tem a sua verdade interior, um conjunto de crenças ou ideologias, que em determinado momento vai aflorar, e tudo o que ele estiver fazendo, vai refletir a verdade que existe dentro dele. Consideremos que parte da arte é inspiração, e dentro de uma cosmovisão cristã, a nossa inspiração é Divina, é o Dom. A palavra dom vem de "donu" do latim e significa presente, é uma capacidade especial inata, uma capacidade de criação que Deus nos presenteou, para cumprir com a vontade dEle e mostrar gratidão por tudo aquilo que Ele tem feito.

    Eis que eu tenho chamado por nome a Bezalel, o filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, E o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência, em todo o lavor, Para elaborar projetos, e trabalhar em ouro, em prata, e em cobre, E em lapidar pedras para engastar, e em entalhes de madeira, para trabalhar em todo o lavor. E eis que eu tenho posto com ele a Aoliabe, o filho de Aisamaque, da tribo de Dã, e tenho dado sabedoria ao coração de todos aqueles que são hábeis, para que façam tudo o que te tenho ordenado. (Êxodo 31.2-6)

    A arte colocada como agente ideológico, seria aquela que tinha como tarefa a transmissão de mensagens. No entanto, se a mensagem estivesse acima de interesses individuais, poderia exprimir um conteudo libertário e novo. A arte também possui o poder de comunhão e afirmação de uma identidade coletiva, já dizia Mário de Andrade.

    O que seria essa cosmovisão cristã? é apenas adotar uma visão biblica em todos os aspectos das nossas vidas e apresentar ao mundo perspectivas bíblicas em todas as áreas de nossa existência. Isso inclui tudo: educação, medicina, artes, política,ciência, questões contemporâneas, ética, etc.

    Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus. (1.Co 10.31)

    Como poderiamos exteriorizar essa verdade que existe dentro do nosso peito? Bom, nos foram concedidos dons que devem ser manuseados para glorificar àquele que nos presenteou e devemos reconhecer que esses talentos inatos provém de Deus e sem a graça dEle nada poderíamos fazer, ou seja, não podemos ver isso com motivo de superioridade. O Senhor nos concedeu a capacidade de criar, pensar e interpretar o mundo que está ao nosso redor. Em Gênesis Adão dá nomes a criação de Deus, ele batiza o desconhecido.

    Um envolvimento Santo e Criativo, cada cristão é um potencial de criatividade Santa para o Mundo:

    Havendo, pois, o SENHOR Deus formado da terra todo o animal do campo, e toda a ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que Adão chamou a toda alma vivente, isso foi o seu nome. E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves do céus, e a todo o animal do campo; (Gênesis 2.19-20a)

    Acredito que todos os dons devem ser utilizados conscientemente para a Glória de Deus, pois ele é o único que conhece o íntimo de nossos corações e a justificativa de todas as coisas.

    Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do pai das luzes, em quem não há mudança, nem sombra de variação. Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fossêmos como primícias das suas criaturas. (Tiago 1.17-18)

    João respondeu e disse: O homem não pode receber coisa alguma, se lhe não for dada do céu. (João 3.27)

    Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. (João 1.3)

    Bem, e como nós agentes transformadores deste mundo (Romanos 12.2) poderíamos produzir um conteúdo artístico para Glorificar a Deus? a partir do momento que nos colocarmos no centro da vontade daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa Luz, haverá uma total transformação de nossa vida, pois o evangelho de Cristo é o poder de Deus para todo aquele que crê. A arte é a expressão do que há mais profundo em nós e como qualquer ramo de nossa vida não está isenta da profunda influência que o Evangelho de Jesus produz no Homem.

    Por Matteus Almeida.

    0 comentários:

    Postar um comentário