• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    A BÍBLIA E O CRISTÃO


     

     A Bíblia e o Cristão | Gabriel Alfredo

     
    Bem-aventurados os retos em seus caminhos, que andam na lei do Senhor. Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos, e que o buscam com todo o coração. E não praticam iniqüidade, mas andam nos seus caminhos. Tu ordenaste os teus mandamentos, para que diligentemente os observássemos. Quem dera que os meus caminhos fossem dirigidos a observar os teus mandamentos. Então não ficaria confundido, atentando eu para todos os teus mandamentos. Louvar-te-ei com retidão de coração quando tiver aprendido os teus justos juízos. Observarei os teus estatutos; não me desampares totalmente. - Salmos 119:1-8
     
    Algo central na vida de um cristão é seu envolvimento com as Escrituras Sagradas, que é a palavra de Deus, deixada por Ele para guiar nossas vidas. Não há vida cristã de fato se não houver leitura e estudo da Palavra. Digo isso porque infelizmente vejo muitas pessoas se dizerem cristãs embora não leiam – ou sigam – a bíblia de todo o coração, entendimento e força, o que é uma grande incoerência.
     
    Assim, segue quatro razões que fazem com que as palavras  “bíblia” e “cristão” sejam  intimamente relacionadas. 

    1) LEGADO DE DEUS

    A bíblia é o legado de Deus deixado por homens santos, deixado por Ele próprio, a saber, Cristo, que era o verbo, a Palavra (Jo 1:1). Todos os textos da bíblia são a palavra de Deus, escritas direta (as tábuas da lei) ou indiretamente (mediante o Espírito Santo).
     
    Portanto, como é possível que a bíblia não seja necessária a um cristão, se ela é o meio pelo qual se conhece Cristo – o fundamento da Fé cristã? Sem a bíblia, não há como se conhecer Deus efetivamente e, portanto, não há como ter Fé. Como crer em algo que não se conhece? Não se deve ter uma visão generalizada de Deus, baseada apenas no que se conhece pelo senso comum, uma vez que isso pode implicar numa visão equivocada de Deus. Assim, a crença Nele se dá por revelação (mediante o Espírito e a Palavra), e não por especulação.
    • Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. - 1 Coríntios 2:12-13
    • Porque com grande veemência, convencia publicamente os judeus, mostrando pelas Escrituras que Jesus era o Cristo. - Atos 18:28
    • No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. - João 1:1

    2) RELACIONAMENTO COM DEUS
     
    Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. - Salmos 1:1-2
     
    Todo cristão precisa da Palavra de Deus para manter um relacionamento com Ele. Todos os verdadeiros crentes são amantes das Sagradas Escrituras, dos preceitos do Senhor. O amor à palavra do Senhor é algo intrínseco a um crente, pois reflete uma relação amorosa recíproca entre Pai e filho e indica adoração ao Deus. Os cristãos demonstram este amor lendo a bíblia e praticando os preceitos nela contidos, obedecemos a vontade de nosso Pai (portanto O honramos e glorificamos), cantando Salmos (Ef. 5:19), louvando ao Senhor. Percebemos isso claramente em todo o Salmo 119, o maior deles. 

    • “Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra. Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos. Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti. Bendito sejas, SENHOR!  Ensina-me os teus decretos. Com os lábios repito  todas as leis que promulgaste.  Regozijo-me em seguir os teus testemunhos  como o que se regozija com grandes riquezas. Meditarei nos teus preceitos e darei atenção às tuas veredas. Tenho prazer nos teus decretos; não me esqueço da tua palavra.”  - Salmos 119:9-16.
     
    3) NÃO REJEITES A DISCIPLINA DO SENHOR!

    Pv 3:11-12
    2Tm 3:16-17
    “Filho meu, não rejeites a disciplina do Senhor, nem te enfades da sua repreensão. Porque o Senhor repreende a quem ama, assim como o pai, ao filho a quem quer bem.”
    “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.”
     
    • A Palavra é um meio de repreensão/correção para os homens, sobretudo os crentes;
    • Ela é inspirada por Deus; 
    • Por meio dela o homem de Deus se santifica e se torna habilitado para toda boa obra, o que consiste em um dever do crente;
    • Ela diz para não rejeitar ela mesma! “Não rejeites a disciplina do Senhor” x “Toda a Escritura é útil para a repreensão, correção, ensino...”    

    4) DE QUE DEVE VIVER O HOMEM?
     
    Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. - Mateus 4:1-4
    Não há resposta mais clara que essa! O homem deve viver da Palavra de Deus, que é a Bíblia!
     
    A bíblia é:
    • Inspirada por Deus (At 1:16, Jo 14:26, 2 Tm 3:16-17);
    • Perfeita (Sl 18:30); 
    • Verdadeira (Sl 33:4 e Jo 17:17);
    • Nosso guia e nos dá sabedoria para viver neste mundo perverso (Sl 119:99);
    • Um livro que durará para sempre (Sl 119:89);
    • Digna de confiança (Sl 119:138);
    • Proteção para o cristão (Efésios 6:10-18).
     
    Que possamos, com a Graça do Senhor, ter zelo pela Palavra, amá-la e desfrutar da sua riqueza espiritual.
     

    0 comentários:

    Postar um comentário