• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    ESTAR CONTENTE É SUA UNICA OPÇÃO!




    A declaração da Soberania de Deus e o descontentamento são auto-excludentes.

    Considere o que Deus é para você. 
    Ele não é teu Deus em Jesus? 
    Ele não é o seu Pai Celestial? 
    Ele não te amou com amor eterno? 
    Não foi ele que ordenou e organizou todos os acontecimentos da sua vida em sua infinita sabedoria? 
    Ele não assegurou em seu poder que todas as coisas cooperassem para o seu bem? 

    Estando sob estas circunstâncias não é a expressão da mais amarga ingratidão lamentar-se, estar descontente e dar lugar a autocomiseração?

    Pense por um instante no que Cristo fez por você.
    Não tomou seus pecados e recebeu o castigo?
    Não concedeu a você uma justiça perfeita?
    Não prometeu estar contigo até o fim?
    Não está ele agora intercedendo por você no Céu?
    Não prometeu voltar para buscá-lo?

    Se este é o caso qualquer descontentamento é motivo para a mais profunda vergonha!

    Uma eternidade te espera:

    Luz - sem trevas;
    Alegria - sem dor;
    Saúde - sem doença;
    Prazer - sem dor;
    Triunfo sem provações;
    E a vida - sem morte.

    Na eternidade, você vai. . .

    Desfrutar de tudo o que você pode desejar (Deus, Deus, Deus!!!),
    estar onde você será perfeitamente feliz,

    e possuir tudo o que o seu Deus pode dar. ( Tudo que Deus é!)

    Mas volte para o tempo, para o agora e considere a providência que cuida de você. Providência é. . .

    O olho de Deus fixado sobre você,
    A mente de Deus planejando para você,
    O coração de Deus amando você,
    A mão de Deus suprindo o que você necessita,
    O braço de Deus colocado sob você.

    Ele conta os cabelos da tua cabeça,
    observa cada passo que você dá, e
    vai anular tudo que possa se levantar contra o seu bem-estar eterno.

    Você é filho da providência, filho do Deus da providência - estar contente é tua única opção!


    Autor: Josemar Bessa

    0 comentários:

    Postar um comentário