• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    DEUS SABE COMO NINGUÉM ADMINISTRAR O AMOR



    Olá queridos! Hoje vou falar sobre o amor de Deus. 

    Quantos de vocês já fizeram a seguinte pergunta para Deus:


    “Deus, por que ‘o irmãozinho’ que faz tanta coisa errada e inescrupulosa, é mais abençoado do que eu”? Se vivo para Ti e honrando o Teu nome... Ou: 

    “Por que ‘a mocinha’ que não é cristã, mundana, vive prosperando, e eu que, desde criança sirvo a ti, vivo passando por apertos”... 

    Muitas vezes perguntamos também porque os ‘nossos inimigos’ sempre estão ‘acima’ do que nós... 
    Quero lhe dizer neste dia tão especial, que você é particularmente é amado por Deus. 

    DEUS SABE COMO NINGUÉM ADMINISTRAR O AMOR | POR MAYARA ARRUDA


    Existem coisas que são difíceis de entender, somente o Espírito Santo pode nos responder. Nestas horas, agir por fé e confiar no amor imutável de Deus, é a chave. Não murmure, não deseja mal ao próximo, não pegue de volta aquilo que você entregou para Deus, seja o que for, a vida, a família, os bens, as causas, as preces, os problemas, os conflitos, as decepções... Precisamos lembrar todo tempo que: Só Deus é que verdadeiramente nos sustenta 100%, por mais que venhamos limitar o poder de Deus. 

    Vamos ler mais (base bíblica), sobre ESTE AMOR administrado perfeitamente! 

    Leia a parábola do filho prodigo (Lucas 15:11-32

    Agora, vamos destacar os seguintes versos: 

    Ora, o filho mais velho estivera no campo; e, quando voltava, ao aproximar-se da casa, ouviu a música e as danças. Chamou um dos criados e perguntou-lhe que era aquilo. E ele informou: veio teu irmão, e teu pai mandou matar o novilho cevado, porque o recuperou com saúde. Ele se indignou e não queria entrar, saindo, porém, o pai procurava conciliá-lo. Mas ele respondeu a seu pai. Há tantos anos que te sirvo sem jamais transgredir uma ordem tua, e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com os meus amigos; Vindo, porém, esse teu filho, que desperdiçou os teus bens com meretrizes , tu mandaste matar para ele o novilho cevado. 

    Muitos de nós nos sentimos como este irmão mais velho, não? Injustiçados, mal amados, diminuídos, julgamos fazer tudo certo, e quando enxergamos alguém ‘errante’ recebendo a misericórdia de Deus, murmuramos e questionamos Deus. 

    A resposta do Pai (DEUS) é bem enfática nas reclamações levantadas pelo filho mais velho... 

    “Meu filho, tu sempre estás comigo; tudo o que é meu é teu” 

    Queridos, Deus não defendeu o filho mais novo, que largou a família, desperdiçou todos os bens e que simplesmente quis voltar para casa do Pai como se nada tivesse acontecido... O pai simplesmente amou o filho! O Pai que ama não despreza um filho que está ARREPENDIDO! 

    O filho não era um empregado ou um servo... O filho era filho, sempre foi, sempre será... O filho mais velho queria honra pelos seus serviços, por sua boa conduta, mas ele nunca se enxergou como filho. Queria apenas ser o bom aluno que tinha as melhores notas. 

    Quando não entendemos a filiação que temos, junto ao Pai... Questionamos e murmuramos. Jogamos pedra na cruz. 

    Uma opinião pessoal sobre este texto é que: “Eu particularmente entendo a indignação do filho mais velho”. Entendo porque ele não sabia o papel dele dentro da própria casa. 

    Infelizmente muitos não sabem quem são em Deus! 

    Devemos honrar a Deus como nosso Senhor, mas sendo Senhor de Nossas Vidas Deus nos ama como filhos. Romanos 8.15 nos mostra que agora somos filhos adotivos do Pai e podemos clamar “Aba, Pai”, isso mostra intimidade e agora nos reportamos a Ele como nosso “Paizinho”. Ele é o pai que cuida e é amoroso com seus filhos. 

    Não julgue os feitos e tudo aquilo que é permitido pelo Senhor, ore apenas, clame ao Espírito Santo! Por que como entender um Pai que entregou o seu próprio filho para a morte, para remir pecadores????? 

    Como entender a linda família de Deus morrendo em um tiroteio... 

    Como explicar filhos que matam os pais... 

    Como explicar o clamor de uma mãe intercedendo pelo filho que está na prostituição e drogas 

    Como entender...??? 

    Não questione a administração do AMOR de Deus, Ele é Onipotente! Mas, saibam que Ele é Justo! 

    Ele é Pai! 

    Soberano! 

    Único! 

    M-I-S-E-R-I-C-O-R-D-I-O-S-O 

    Podemos fazer perguntas absurdas ao Senhor, mas devemos rapidamente pedir ao Espírito Santo, uma visão concisa deste AMOR, administrado perfeitamente, porque não há como explicar este AMOR, somente vivê-lo. Somente o filho consegue viver este amor. 

    Com carinho, 



    0 comentários:

    Postar um comentário