• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    O MAL - A AUSÊNCIA DE DEUS



    Hoje vamos falar sobre o Mal, mas não me entendam mal (rsrs), meu objetivo é exaltar ao Senhor sempre, porém existem umas verdades que precisam ser compartilhadas. 

    O mal nada mais é do que a ausência de Deus. 

    Satanás não era um anjo que regia o coral dos céus (acreditei muito tempo neste relato de que: 9, entre 10 pessoas pregam esta ‘verdade’ citada acima, mas entendi finalmente que isso não é o que a bíblia diz). 

    Maldade não existe no céu. Impossível que orgulho, a soberba seja encontrada no Céu. No céu viviam apenas a Trindade, e os anjos... Qual é função dos anjos? Lá em apocalipse 5:11-12, encontramos esta resposta; os anjos somente adoram ao Senhor e guerreiam ao seu favor! As passagens bíblicas encontradas em Ezequiel 28:11-19, não se referem a Satanás e sim ao Príncipe Tiro, que sempre teve o coração corrompido, e ele se achava como Deus, assim como Faraó considerava um Deus também. 

    “Todos os que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; em grande espanto te tornaste, e nunca mais subsistirá” Ezequiel 28:19. 

    Analisando o v19 do capítulo 28 de Ezequiel, logo percebemos a palavra subsistirá, ou seja, não vai mais existir. O profeta Ezequiel relatou a ação do Senhor a respeito do Rei Tiro, Deus simplesmente o matou por causa da sua soberba. Como sabemos satanás ainda não foi exterminado, Ele ainda continua em atividade. 

    O mal sempre existiu, Deus criou o mal (Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas. - Isaías 45:7). Agora, muitos devem se perguntar: Deus criou o mal para nos punir, nos castigar? Não! Deus não é o mal, Ele é o Amor, em Deus não subsiste o mal (Salmo 5:4). O ‘mal’ deste contexto refere-se ao oposto de Deus, refere-se a um pesar daqueles que se rebelam contra a essência de Deus. Deus teve ideias, sonhou com a criação, criou o homem a sua imagem e semelhança, mas com um imenso detalhe: o livre arbítrio e “Não existe o livre arbítrio se não houver opções”. Deus poderia ser o mestre da manipulação, o Pai dos fantoches, fazer de nós marionetes, porém Ele escolheu nos criar com o poder da escolha... Deus não queria receber a nossa adoração, o nosso amor, como obrigação e sim porque escolhemos amá-lo. Deus queria filhos conscientes. 

    O ser humano já nasceu com a semente do mal (Salmos 51:5), devido à queda de Adão e Eva. Infelizmente quando escolhemos praticar tudo aquilo que Deus abomina, e for à direção contrária de Sua Essência, desenvolvemos o mal. Criamos e cultivamos o mal dentro de nós. Não podemos responsabilizar a Deus por um mal que nós mesmos alimentamos. O mal produz o pecado e, o pecado MATA. Em provérbios 3: 7, lemos o seguinte: “Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal”. Quando encontramos o arrependimento, transformação de vida e temor ao Senhor, construímos barreiras contra o pecado. 

    A batalha entre o bem e o mal, já começou há tempos... Mas não é uma luta de poderes iguais, a criatura não é igual ou superior ao Seu criador, sabemos que o Rei dos reis, reina em Glória e já Venceu! O Amor venceu. (Apocalipse 20:10).

    Fique com Deus e louve... Viva a vida de Deus... 

    Lembre-se: o Mal não resiste o louvor. Simplesmente Louve! 

    Com carinho,


    0 comentários:

    Postar um comentário