• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    A SEPARAÇÃO ENTRE O CRENTE E O MUNDO



    “Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia.” (João 15:19) 

    Introdução: A palavra “mundo” (gr. Kosmos) frequentemente se refere ao vasto sistema de vida desta era, fomentado por satanás, e existente à parte de Deus. A partir do momento em que Deus escolhe o crente para si mesmo, este já não faz mas parte do mundo, assim como Jesus não faz parte desta terra(João 18:36). 

    1. O Crente não tem comunhão com as obras infrutíferas deste mundo. 


    Vejamos o seguinte versículo: 

    (Tiago 4:4) - Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. 

    Talvez alguém pense que este versículo se aplique somente a Adúlteros e adúlteras, ora da mesma forma poderia começar com Mentiroso e mentirosa, Bandido e bandida, Pecador e pecadora, desta forma este versículo não está isoladamente aplicado apenas a um tipo de pecador, mas sim a todos nós, pecadores, tanto os que lutam como os que não lutam contra o pecado. 

    2. Alem de não ser participante da mesa dos escarnecedores, o crente condena estas obras. 


    (Salmos 1:1) - BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. 

    (Efésios 5:11-13) - E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as.12Porque o que eles fazem em oculto até dizê-lo é torpe.13 Mas todas estas coisas se manifestam, sendo condenadas pela luz, porque a luz tudo manifesta. 

    (Salmos 103:1) - BENDIZE, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome. 

    Infelizmente, assistir um show, evento, filme que não exalta o nome do Senhor e coisas similares a estas, se tornaram comuns dentro de muitas igrejas. Não devemos nos comunicar com estas obras, mas antes condená-las não somente avisar ao impio de sua impiedade, pois está escrito em Ezequiel 3:19: “ Mas, se avisares ao ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua iniquidade  mas tu livraste a tua alma”. 

    3. O crente não se associa aos ímpios. 


    (II Corintios 6:14-16) - Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? 15E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? 16E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. 

    Creio nem mesmo ser necessário um comentário sobre este versículo, esta própria palavra nos explica que não devemos praticar as mesmas obras deles, ou ir para lugares onde a iniquidade reina e não pregar o evangelho, pois está escrito: “e quem comigo não ajunta, espalha.” Lucas 11:23. 

    Se você não faz nada contra o mal, você o apoia! 

    Deus abençoe. Que a Paz do Senhor esteja com vocês. 

    - Renan Coelho

    0 comentários:

    Postar um comentário