• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    EXCELENTE SACRIFÍCIO - por Mayara Arruda



    Shalom! 

    Hoje, nosso texto será baseado na vida de Caim e Abel (Genesis 4:1 ao 26).

    De Caim proveu-se a inveja, de Abel proveu-se a gratidão... A bíblia diz: Pela fé, Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício do que Caim; pelo qual obteve testemunho por ser justo. (Hebreus 11:4).  Entretanto, vamos focar na vida de Caim. 

    Deus não só achou mais excelente a oferta de Abel, como também rejeitou a oferta de Caim. Caim ofereceu ao Senhor como sacrifício, o fruto de uma terra amaldiçoada... A oferta de Caim não era só corrompida por dentro (suas intenções) era corrompida também por fora, o fato de não ter oferecido o cordeiro como sacrifício (a melhor oferta), entristeceu o coração de DEUS. Não havia sangue para remover o pecado, a maldição.

    Caim barganhou com Deus, ás vezes, como cristãos, fazemos isso, queremos passar uma rasteira em Deus, como se Ele não fosse soberano o suficiente para entender que estamos o enganando. Não oferecer O cordeiro como o sacrifício ao Senhor, nos dias de hoje, é como oferecer um amor a Ele com 50% off (ou mais), sem total entrega, com muita resistência... É oferecer um amor egoísta. Deus sonda nossos corações (Salmo 139:1), e a razão pela qual Deus não olhou para o sacrifício de Caim, foi esta: seu coração não era reto. 

    “Deus olha a essência e não a aparência. Deus olha para aquilo que existe dentro de Nós. O que há dentro de nós não dá para ser enganado, camuflado...” 

    Como sabemos, Caim matou Abel (primeiro homicídio da bíblia) por tamanha inveja, porque tinha ódio da forma como Deus olhava Abel. Caim não entendia que Deus não faz acepção de filhos, Deus somente corresponde aos atos de amor e entrega que filhos tementes devolvem para Ele. 

    Abrindo outro parêntese:
    (Assim ocorre com muitos cristãos também, a falta de temor ao Senhor impede de reconhecermos o Seu amor, e de alguma forma, merecê-lo. Impede de reconhecer nossa pequenez... Quantos corações altivos como o de Caim, não? Com isso, enxergamos o erro do próximo, julgamos o próximo, ‘matamos’ o semelhante, ao invés de entendermos que o erro está em nossa oferta; antes de apontarmos o dedo e julgarmos, a dica é: fazer uma revisão de quem nós realmente somos em Deus, e verificar se nosso sacrifício é agradável ao Senhor). 

    Vamos concluir: Ofereça ao Senhor o excelente sacrifício. Não ofereça a Ele qualquer sacrifício que não exija esforço. Rejeitam o caminho de Caim, pois sem dúvida, é caminho para a morte. Rejeitam a superficialidade espiritual, e se entregue 100% ao Senhor. 

    Fique com o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo, Jesus! 

    Com Amor, 




    0 comentários:

    Postar um comentário