• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    CANTORIA AO DEUS BONDOSO - por Evanildo Sena


    E cantavam todos juntos numa só voz
    E diziam:
    – Santo! Santo! Santo!
    E todos festejavam;

    O seu Nome era adorado
    E glorificado:
    – Não há outro como o Senhor!
    – Digno és tu meu Salvador!

    Me envolvi naquele canto,
    Chorei de emoção,
    Como pode um Deus bondoso,
    Me amar e dar perdão;

    Sofreu por mim e não foi pouco,
    Me tirou de um sufoco,
    Só me resta me alegrar
    E a este Deus glorificar;

    Posso até não ser tão forte,
    Mas sei que Ele é Poderoso,
    Peço a todos que batam palmas,
    A esse Deus maravilhoso.


    Olá! Obrigado por você nos acompanhar! Começamos hoje com estes versos que o Senhor me deu. Gostando ou não de cantoria, acredito que você se identificou com o verso! Pois é… Eu também me identifico muito…

    Qual a nossa motivação de cantar, louvar, glorificar, exaltar a Deus?

    Há 13 anos eu declarei verbalmente e publicamente a minha fé em Jesus Cristo. Após este encontro que mudou a minha trajetória de vida e minha eternidade, eu passei a aprender mais da Palavra de Deus, fui discipulado, aprendi, ensinei, continuo aprendendo, etc… Hoje entendo que é mais importante o testemunho do que o conhecimento. É mais importante o fazer, do que o saber, pois se sabemos e não praticamos somos mentirosos:

    “Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” 1 João 2:4

    Escuto sempre o meu amigo e irmão, evangelista Paulo Roberto, dizer: “O momento que somos mais falsos e mentirosos diante de Deus é quando estamos louvando”. E isto é uma grande verdade, é bíblico, conforme o versículo acima… Cantamos aquilo que conhecemos. No momento do louvor a Deus estamos declarando os seus mandamentos, as coisas que devemos fazer e não fazermos… Dizemos na canção:
    Eu quero trabalhar pra meu Senhor, Levando a Palavra com amor; Quero eu cantar e orar, E ocupado quero estar, Sim, na vinha do Senhor.”
    Durante muito tempo eu não pratiquei fielmente aquilo que eu cantava… Entende o que quero dizer? Pois é… Se você faz parte de um grupo de louvor, de uma banda gospel, ou se você O adora com palmas e vai todo domingo a algum encontro para “Louvar” o Deus de Abraão, sabe que é exatamente assim, não aguçamos os ouvidos para o que está sendo dito e passa despercebido o que declaramos diante de Deus.

    Não quero dizer aqui o que eu estou fazendo em prol do reino de Deus, até porque tudo que eu fizer é insignificante diante do amor que Jesus teve por mim, como diz o verso: “Sofreu por mim e não foi pouco, Me tirou de um sufoco”. (risos) Mas uma coisa eu quero compartilhar com vocês, neste último ano de minha vida eu nunca senti tão forte a presença do Espírito Santo em mim, eu nunca senti tanto prazer em declarar o quanto Ele é Santo… O quanto Ele é Maravilhoso, o quanto Ele é Lindo… Eu nunca senti tanta vontade de amar o meu próximo, de ajudar o meu inimigo, eu nunca falei do amor de Cristo que eu recebi, da forma que eu falo hoje…

    A conversão não ocorre no ato que você declara a sua fé, ela é um processo. E um conjunto deve estar envolvido para que este processo tenha êxito: Leitura da Palavra de Deus, Oração e comunhão com o Espírito Santo, e talvez durante todo este período eu não utilizei estes três recursos de forma unificada e constante.

    Bom… Mas este assunto sobre conversão pode ficar para outro texto. O que gostaria de transmitir para você (nós), é que não podemos mais cometer este erro, de cantar, pregar, escrever, aquilo que não vivemos, não podemos viver uma mentira!

    Estamos em agosto… Quantos pararam “o plano de leitura bíblica”, que no início do ano nos empolga?… Quantos jejuam sem precisar de uma “campanha” da igreja?… Quantos fazem seus devocionais, suas orações constantes, independentemente dos propósitos que é colocado em uma ou outra congregação?… Quantos de nós temos sede pelo Espírito Santo? De sentir Sua presença não só num momento de louvor da igreja, com as luzes apagadas ao som do teclado, que te deixa emocionado (a), com o som do violão, soando suavemente… É possível viver em comunhão com o Espírito Santo 24 horas por dia e este deve ser o nosso desejo ao acordar, este deve ser o motivo do nosso sorriso ao abrir a janela e ver um lindo dia de sol.

    Podemos viver o sonho de Deus. Mas como eu disse, é um processo, talvez você esteja bem mais maduro do que eu, quanto a este pensamento, continue assim! Buscando mais e mais da Sua presença, ou talvez você entrou no rebanho agora, e para você eu lhe digo, não perca tempo! A presença do Espírito Santo é mais valorosa do que qualquer coisa que você possa imaginar… Mergulhe na palavra de Deus, ore pelo teu irmão, amigo, vizinhos, sem que eles te peçam ajuda, ore por amor!

    “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” Gálatas 2:20


    Obrigado Espírito Santo!

    Evanildo Sena.

    Fonte: www.ojardimdedeus.com


    1 comentários: