• "O verdadeiro evangelho exalta a Deus... Se camuflado a excelência perderá!"

    O AMOR DE CRISTO NOS CONSTRANGE - por Flauber Menezes



    “Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram.” - 2 Coríntios 5.14
    Olá queridos, graça e paz!

    Diante de tantas atrocidades que temos observado em meio ao caos social no qual estamos inseridos, desejo partilhar com vocês algo sobre o amor imensurável de Deus sobre nossas vidas. Caminhando na contramão dos valores sociais da atualidade observemos como é maravilhoso viver no amor de Deus, afastados do mal, pregando e vivendo em união, e andando em gratidão ao Senhor.

    O amor de Cristo nos constrange a vivermos afastados do pecado:

    Sabemos que o SENHOR morreu na cruz por causa dos nossos pecados, e isso foi para que o pecado não tivesse mais poder sobre nós, porém, também sabemos que o diabo é sorrateiro e está à espreita tentando nos fazer cair. Diante de tal situação, precisamos ser vigilantes, e a qualquer sinal de perigo ou ameaça fugirmos dos mesmos. “Sejam sóbrios e vigiem. O diabo, o inimigo de vocês, anda ao derredor, como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar.” (1 Pedro 5.8).

    O amor de Cristo nos constrange a vivermos em união:

    Sabemos que o SENHOR morreu por todos nós, isso implica que todos nós temos o mesmo valor para ELE. Todos nós que aceitamos SUA palavra somos chamados “Filhos de Deus”. Aceitando essa verdade entendemos que somos irmãos em Cristo Jesus, então, como irmãos a nossa marca predominante deve ser a união. “Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união!... Ali o Senhor concede a benção da vida para sempre” (Salmo 133.1,3b).

    O amor de Cristo nos constrange a vivermos em gratidão a Deus:

    Sabemos que foi uma decisão do próprio Deus entregar seu Filho Jesus para morrer por nós, tal atitude nos prova o quanto ELE nos ama, e o mínimo que podemos fazer é andar em gratidão a esse Deus tão amoroso, agradecendo-lhe por ELE mesmo vendo o nosso pecado não hesitou em mandar o seu filho para o sacrifício vicário em nosso favor. Sendo assim, vivamos em obediência a Sua palavra procurando viver uma vida de santidade, creio que seja uma forma singela de demostrar nossa gratidão por tão imenso amor. "Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3.16)

    Que o amor de Deus que habita em nós, nos faça viver longe do pecado, andando em união e glorificando ao Rei dos reis e Senhor dos senhores por tão maravilhosa dádiva que é a vida abundante em Cristo Jesus.

    Confia no Senhor e ora!

    Pr. Flauber Menezes



    0 comentários:

    Postar um comentário